SHARE

Difundir as práticas da agricultura de baixa emissão de carbono e sensibilizar o produtor para que invista na sua propriedade, de forma a ter retorno econômico é a finalidade do Projeto ABC Cerrado, que teve sua parceria instituída nesta segunda-feira, 17, entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) e a Federação de Agricultura e Pecuária do Maranhão/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Faema/Senar).

A primeira ação do programa vai acontecer no dia 12 de setembro, na cidade de Presidente Dutra, com a realização de um seminário de sensibilização para divulgar as ações de capacitação para técnicos e gestores ligados a agropecuária de 25 municípios da região. O Governo Federal é o proponente do projeto e o Governo do Maranhão, por meio da Sema, é o principal parceiro na mobilização institucional.

Secretário Marcelo Coelho em reunião com o presidente da Faema/Senar, Raimundo Coelho. (Foto: Divulgação)
Secretário Marcelo Coelho em reunião com o presidente da Faema/Senar, Raimundo Coelho. (Foto: Divulgação)

O Projeto Cerrado está estruturado no Maranhão em duas etapas: Seminários de sensibilização e capacitação de produtores e técnicos nas tecnologias ABC. Os seminários acontecem em municípios considerados pólo e a programação inclui a apresentação do projeto, desmistificação dos conceitos e a aplicabilidade das tecnologias de baixa emissão de carbono.

O Senar vai ficar responsável pela formação profissional dos produtores rurais, capacitação dos instrutores e técnicos de campo e pela assistência técnica aos produtores. O programa a ser abordado, vai ser focado em quatro tecnologias preconizadas pelo Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC), com as seguintes aplicações: Sistema de plantio; Recuperação de pastagens degradadas; Integração lavoura, pecuária e floresta e Florestas plantadas.

O projeto Cerrado é um esforço conjunto do Ministério da Agricultura e Embrapa, com recursos do Programa de Investimento em Florestas (FIP) administrados pelo Banco Mundial. O programa será desenvolvido nos oito estados que compõem o “Bioma Cerrado” brasileiro, integrado pelos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal e Bahia.

O ABC, Agricultura de Baixa Emissão de Carbono, é o mais completo plano do mundo para mitigação de gases de efeito estufa na agricultura, tanto em recursos quanto em escala. Sua consolidação é fundamental para o fortalecimento da agricultura brasileira e para cumprirmos nossa parte na luta pela sobrevivência do planeta.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY