SHARE

Da Redação

Dados da Balança Comercial, estudo divulgado nesta terça-feira, 30, pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) aponta Palmas como o município que mais exportou e importou, no 1º trimestre deste ano.

A soja é o principal produto da agenda exportadora da Capital  e também de Gurupi, que aparece em 2º lugar.

A soja tem liderado a pauta de exportação em Palmas e em todo o Tocantins (Foto: Coapa)
A soja tem liderado a pauta de exportação em Palmas e em todo o Tocantins (Foto: Coapa)

Ainda conforme a FIETO, a capital do Tocantins foi o município com maior participação nas exportações (28,82% e um total de US$ 33,8 milhões) e importações (67,39% e um total de US$ 26,5 milhões) do estado do Tocantins neste 1º trimestre de 2019. O crescimento nas exportações do município, em relação ao mesmo período de 2018, foi de 136,68% puxado pela comercialização de soja, produto responsável por US$ 32,9 milhões do total do município. Dados da Balança comercial é elaborado com base nos dados fornecidos pelo governo federal. Em seguida, nas exportações, aparecem os municípios de Gurupi com 22,06% do total do estado, com destaque também para a soja, e Araguaína com 17,76% ao exportar carne bovina e incluir em sua pauta produtos à base de amidos ou de féculas, matérias albuminoides, colas, enzimas, peles e couro.

No ranking de municípios importadores aparecem em 2º lugar Porto Nacional com 27,41% da participação do estado e Araguaína com 1,52%. O principal produto importado pela capital foram reatores nucleares, máquinas, caldeiras, aparelhos e instrumentos mecânicos.

Saldo positivo

Com um total de US$ 125,2 milhões em exportações e US$ 39,5 milhões em importações, o saldo da Balança Comercial (exportações menos importações) manteve-se positivo em US$ 85,7 milhões. Ainda assim houve queda de 36,19% nas importações, em relação ao mesmo período de 2018, e as exportações tiveram um crescimento de 19,26%.

“Em relação às importações, o porto de Santos, em São Paulo, concentrou 23% do total de mercadorias demandadas pelo Tocantins”

– Divergente do cenário nacional, que apresentou queda de 4% nas exportações, a Balança Comercial do Tocantins registrou um crescimento de pouco mais de 19% nas exportações nesse 1º trimestre, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Parte desse resultado foi impactado pelo município de Paraíso do Tocantins com um crescimento de 207% na exportação de carne bovina –  avaliou a gerente da Unidade de Desenvolvimento Industrial da FIETO, Amanda Barbosa.

Os principais parceiros comerciais do estado na pauta de exportação foram China (48,6%), Hong Kong (12,5%) e Espanha (6,2%). Os três figuram como os principais países de origem dos produtos importados pelo Tocantins representando 28,6%, 13,5% e 9,7&% do total, respectivamente.

O Tocantins exportou para 50 países distintos neste 1º trimestre. Ao avaliar a logística de exportação, os dados apontam o porto de São Luís, no Maranhão, como principal modal com mais da metade das transações (56%).  Em relação às importações, o porto de Santos, em São Paulo, concentrou 23% do total de mercadorias demandadas pelo Tocantins. O estudo completo está disponível no site www.fieto.com.br (link Estudos e Pesquisas).

*Fonte: Ascom/Fieto

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY