SHARE

Da Redação*

Para aprimorar conhecimentos sobre doenças emergenciais em suínos, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) promoverá entre os dias 13 e 15 de fevereiro, no Campus II da Faculdade Católica, em Palmas, uma capacitação para cerca de 40 inspetores de defesa agropecuária. O treinamento contará com aula teórica e prática com contenção de animal, colheita de sangue, necropsia, entre outros.

De acordo com a responsável pelo Programa Estadual de Sanidade dos Suídeos (PESS), Regina Gonçalves Barbosa, é uma oportunidade para atualizar informações em relação a diagnóstico diferencial e identificação mais precisa das doenças emergenciais, a exemplo da Peste Suína Clássica (PSC) e da Peste Suína Africana (PSA).

– É mais aprendizado tanto para os profissionais novatos quanto aos veteranos, que estarão mais preparados para fazerem atendimentos às propriedades rurais, num possível surgimento de doenças – avalia.

Durante os três dias, entre os principais assuntos a serem discutidos estão: Atendimento à notificação de Suspeita de Síndrome Hemorrágica dos Suínos – preparativos, material, informações e medidas iniciais, com Guilherme Zaha Takeda do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento-MAPA/DAS e As Principais Doenças que ocorrem em criatórios/diagnóstico diferencial para PSC/PSA, com o professor Luíz Flávio S. Botelho da Universidade Católica do Tocantins.

Na oportunidade, os inspetores de defesa agropecuária que participaram do atendimento ao foco da PSC no Ceará, em 2018, também falarão das suas experiências promovendo estudo de caso.

O treinamento contará com aula teórica e prática com contenção de animal (Foto: Ascom/Adapec)
O treinamento contará com aula teórica e prática com contenção de animal (Foto: Ascom/Adapec)

*Fonte: Ascom/Adapec, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY