SHARE

Da Ascom/Embrapa Pesca e Aquicultura

Teve início nesta  segunda-feira, 4, e prossegue até esta terça-feira, 5, o curso de Formação de Maniveiros, promovido pela Embrapa Pesca e Aquicultura. O treinamento é voltado para técnicos e produtores e faz parte do Projeto Reniva – Rede de multiplicação e transferência de manivas-semente de mandioca com qualidade genética e fitossanitária – desenvolvido pela Embrapa em vários estados do país.

O treinamento é voltado para técnicos e produtores  (Foto: Embrapa)
O treinamento é voltado para técnicos e produtores (Foto: Embrapa)

– O curso vai abordar vários temas, tais como a importância da seleção da maniva, a técnica de multiplicação rápida, cultivares, entre outros. Visitaremos também uma propriedade que está testando variedades da Embrapa – conta Gustavo Campos, pesquisador da Embrapa Pesca e Aquicultura.

No primeiro dia, as aulas serão teóricas e vão ocorrer na Sede da Embrapa Pesca e Aquicultura, localizada no Lago Norte, em Palmas. Na terça-feira haverá aulas práticas, que serão ministradas no Centro Agrotecnológico de Palmas e no Polo São João. Extensionistas do Pará já confirmaram presença no curso, que ainda vagas tem vagas disponíveis. Os interessados devem preencher o formulário clicando aqui.

Programação

Dia 04/02: das 13h30 às 17h – Chegada na Sede da Embrapa, apresentação individual de cada visitante e relato de expectativa;

– Apresentação da Embrapa;

– Início das palestras técnicas sobre mandiocultura (Reniva; Boas Práticas de Produção; Trio da Produtividade; Técnica de multiplicação rápida; e Formação de maniveiros).

Dia 05/02: das 8h às 17h –  Visita viveiro de mudas de mandioca da Genova – Biofábrica de mudas incubada do Instituto Federal do Tocantins (IFTO);

– Visitas técnicas e práticas no campo – Cultivos experimentais da Embrapa na Agrotins; Unidade de produção de mudas de mandioca do Ruraltins, a 30 km de Palmas, e visita três produtores de manivas e raízes no Polo São João.

– Encerramento com encaminhamento de plano de trabalho para mandiocultura em rede.

*Com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY