SHARE

Da Redação*

Conforme a Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) e a Informa/FNP, a  forma como os produtores rurais se atualizam e fazem negócios é cada vez mais profissional e objetiva. Ainda segundo ela, as informações chegam de várias maneiras e é importante reconhecer as fontes mais eficazes para chegar aos decisores e ajudá-los a fazer as melhores escolhas para suas propriedades.

"O interesse coletivo é de fomento de conhecimento e troca de experiências" (Fo: Texto)
“O interesse coletivo é de fomento de conhecimento e troca de experiências” (Fo: Texto)

A 7ª Pesquisa de Hábitos do Produtor Rural, iniciativa das duas entidades, os eventos técnicos – com destaque para dias de campo, palestras e simpósios – são considerados pelos agricultores e pelos pecuaristas uma experiência de extrema importância para o acesso a informações práticas e também para a realização de negócios.

– É fato que as novas tecnologias contribuem para as mudanças no modo de fazer negócio, mas ainda assim os produtores rurais sentem a necessidade de analisar de perto os produtos, máquinas, equipamentos, insumos e serviços utilizados no campo. Ver como eles funcionam na prática permite entender os seus benefícios, além da garantia do retorno do investimento – explica Jorge Espanha, presidente da Associação.

A_Web Banner Diversos 2019 (1)Ainda de acordo com Espanha, os eventos técnicos precisam ser pensados para atrair o público também pela qualidade do conteúdo a ser apresentado, oferecendo informações que realmente impactem o dia a dia dos produtores rurais. Demonstrar interesse e conhecimento demonstra a responsabilidade do organizador em desenvolver soluções para contribuir para os resultados dos produtores rurais.

– Mais do que os produtos e equipamentos em si, os produtores estão interessados na experiência. Eles querem saber mais sobre o mercado, novas tecnologias e pesquisas. Para isso, um bom dia de campo ou palestra técnica precisam contar com o apoio de profissionais reconhecidos, que podem compartilhar novos conhecimentos e sanar as dúvidas dos visitantes – analisa o presidente da ABMRA.

Eventos técnicos precisam ser estimulantes e não cansativos. Por isso, o seu planejamento é fundamental o planejamento.

– O interesse coletivo é de fomento de conhecimento e troca de experiências. Os produtores têm a oportunidade de compartilhar os principais desafios para o aumento da produtividade de seu negócio e os organizadores precisam desenvolver soluções a partir desse feedback – finaliza Jorge Espanha.

Sobre a ABMRA

A Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio foi fundada em 1979 e reúne representantes de todos os elos da cadeia da produção de alimentos, como Cooperativas, Indústrias de Insumos, Bens e Serviços, Veículos de Comunicação, Agências de Propaganda, Empresas de Pesquisas e Empresas de Consultoria.

Além de criar um ambiente positivo de troca de informações e relacionamento, a ABMRA ajuda a difundir as boas práticas do marketing rural e a criar oportunidades de negócios para os associados. A entidade apoia os principais eventos de Agronegócio e promove palestras, workshops e congressos para atualizar dos profissionais da cadeia produtiva.  Para saber mais sobre a ABMRA acesse:http://www.abmra.org.br/2016/

*Fonte: Texto Comunicação Corporativa, com edição de Cerrado Rural Agronegócios 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY