Home Eventos COOPERATIVISMO – Coapa completa 17 anos

COOPERATIVISMO – Coapa completa 17 anos

DSCN4955
Cooperados, colaboradores e diretores se unem  para agradecer a Deus pelas conquistas (Foto: Ascom/Coapa)

A Coapa (Cooperativa Agroindustrial do Tocantins), com sede em Pedro Afonso, centro-norte do Estado, uma das mais bem estruturadas e organizadas cooperativas do Tocantins, completa seus 17 anos de criação neste sábado.

Em homenagem a ela, diretores, cooperadores e colaboradores da entidade fizeram, na manhã de sexta-feira, uma reunião fraterna, com café da manhã,  na qual se fizeram em preces de agradecimento a Deus “por dar a força necessária para vencer as adversidades e pelas conquistas alcançadas ao longo deste período de sua fundação”, conforme anunciou sua Assessoria de Imprensa.

“Essa é uma data muito especial e temos muito a comemorar. A Coapa é uma cooperativa consolidada, uma marca forte e sempre envolvida com as questões da comunidade”, afirmou o presidente Ricardo Khouri, destacando  as conquistas econômicas e sociais.

Um dos fundadores da Coapa, Leonardo Queiroz,  ressaltou o pioneirismo dos agricultores que se uniram e fundaram a cooperativa em um momento difícil. “Chegamos até aqui graças à persistência de produtores que perceberam a importância de andarem juntos e mostraram que é possível crescer unidos”, avaliou, prevendo ainda um futuro promissor para a cooperativa que segundo ele, “superou dificuldades e hoje é uma empresa consolidada”.

HISTÓRIA

A Coapa – Cooperativa Agroindustrial do Tocantins surgiu de um momento de profunda união de homens e mulheres determinados e orientados por um mesmo ideal de lealdade ao cooperativismo e, sobretudo, de um forte sentimento de unidade entre companheiros.

20141126-185102_0109
Em novembro do ano passado a Coapa foi a única cooperativa da região Norte do país agraciada no 9º Prêmio Cooperativa do Ano. Ela ficou em segundo lugar na categoria Cooperativa Cidadã, ao apresentar o projeto “Coapa em Comunidade”, onde são destacadas as ações e projetos sociais desenvolvidos pela cooperativa em 14 municípios.

Fundada em 27 de junho de 1998, da necessidade de organização e desenvolvimento dos produtores integrantes do Prodecer III – Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento do Cerrado, a Coapa logo se tornou a Cooperativa de todos os produtores da região de Pedro Afonso, pois desde o início de sua história pautou-se sempre pela seriedade na condução dos seus trabalhos.

O Projeto de Colonização de Pedro Afonso foi implantado rigorosamente em conformidade com as leis ambientais, gerando um desenvolvimento sustentável, imprescindível nas áreas de fronteira agrícola.

A cooperativa selecionada para ser a executora do Projeto foi a Coopersan – Cooperativa Agropecuária Mista de São João Ltda., que passou pela avaliação da Campo, Ministério da Agricultura e, principalmente, pelo Banco do Brasil, responsável pela análise da parte cadastral.

Infelizmente, durante a implantação do Projeto, essa cooperativa passou por sérias dificuldades financeiras até entrar em fase de liquidação, deixando os produtores e as instituições envolvidas em sérias dificuldades.

Tudo isso mobilizou os produtores que haviam se unido em uma associação para cuidar de seus interesses. Dessa associação surgiu a Coapa – Cooperativa Agropecuária de Pedro Afonso.

Através de ação da Campo foi conseguido apoio técnico e financeiro da Jica – Agência de Cooperação Internacional do Japão, que viabilizou a contratação da empresa ARA & Consultores Associados para executar um trabalho de estruturação organizacional da Coapa, trabalho que teve início no ano de 2000.

O Governo do Estado, sensibilizado com a situação, através de um decreto declarou a Estrutura de armazenagem existente em Pedro Afonso e que atendia os produtores de grãos como sendo de utilidade pública, para fins de desapropriação. Depois de emitido o Termo de Posse, em abril de 2000, a Coapa passou a administrar e operacionalizar a estrutura.

Ao longo de 17 anos, a Coapa desempenha um papel importantíssimo não apenas na região de Pedro Afonso, mas também no Tocantins. Tem inúmeros parceiros devido a respeitabilidade e credibilidade conquistadas ao longo deste período. Representa cada vez mais a voz dos produtores, contribuindo de forma decisiva para a consolidação da agropecuária tocantinense.

A Cooperativa busca a sustentabilidade, fomentando a pesquisa, fornecendo insumos e serviços técnicos de alta qualidade, prestando serviços na área de armazenamento de grãos, provendo a região com assessoramento e assistência técnica, sempre primando pela ética e pelos valores cooperativistas.

A Coapa é sinônimo de vanguarda e competência em termos de cooperativismo, servindo como referência tanto para as famílias que integram seu quadro social quanto para os produtores que chegam todos os dias e de todos os recantos do país, com objetivos de se fixarem nesta região e, com seu trabalho, contribuírem também para o desenvolvimento do agronegócio regional.

Bem estruturada, a Coapa tem como carro-chefe a produção e comercialização de grãos.
Bem estruturada, a Coapa tem como carro-chefe a produção e comercialização de grãos.

Atualmente a Coapa atende cooperados produtores de soja e da agricultura familiar, agrupados ou não em associações na região de Pedro Afonso, estendendo sua área de atuação para Bom Jesus do Tocantins, Tupirama, Rio Sono, Guaraí, Fortaleza do Tabocão, Miracema, Santa Maria, Tocantínia, Itacajá, Itupiratins, Goiatins, Recursolândia e Centenário.

Em 2010 inaugurou sua Unidade Agroveterinária para atender a demanda de seus cooperados, oferecendo produtos necessários à viabilização dos projetos de PRONAF, FNO, entre outros, e prestando assistência técnica especializada (veterinário, zootecnista, engenheiro agrônomo e técnicos agrícolas).

A Coapa mantém parcerias com a Campo (promoção de negócios na atividade Integração Lavoura-Pecuária), com a Embrapa (Projeto Reniva e PIF-Abacaxi), e parcerias estratégicas em áreas de interesse de nossos cooperados, com o Ruraltins, Adapec, inPEV, Seagro, OCB/SESCOOP,  Sebrae, Sindicato Rural de Pedro Afonso e Região, outros órgãos estaduais, municipais e federais, além de empresas do ramo de commodities e agrobusiness.

Conta atualmente com 198 cooperados e 60 colaboradores.

Nota de Cerrado Rural: A Coapa foi um dos primeiros parceiros da revista Cerrado Rural. Mais que uma ligação comercial e de informação, esta parceria tem sido de amizade, companheirismo e respeito mútuo. Desejamos aos seus cooperados, colaboradores e diretores ainda muitos e muitos anos de sucesso, destacando-se no Matopiba e no Brasil (Antônio Oliveira)

(Da Redação de Cerrado Rural, com informações da Assessoria de Imprensa e do site da Coapa)