SHARE

*Da Redação

Instituição que representa a cadeia verticalizada da produção de peixe no Brasil também está preocupada com os rumos que esta greve pode levar todo o setor. Segundo ela, neste momento mais de 1 milhão de pessoas, entre empresários e colaboradores estão com seus negócios e empregos em risco.

Abaixo, a íntegra da Nota

unnamed“A Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR), entidade que reúne, defende e fomenta a cadeia produtiva dos peixes cultivados no Brasil, expressa sua extrema preocupação com o atual momento de desabastecimento dos insumos básicos para a criação e perdas de peixes frescos nas rodovias, devido à paralisação dos caminhoneiros e seus desdobramentos. Neste momento, mais de 1 milhão de pessoas ligadas diretamente à cadeia da piscicultura estão com seus negócios, empregos e sustento em risco.

Peixe é uma proteína viva e, portanto, perecível. Peixe precisa de ração para sobrevivência. A demora na conclusão das negociações impacta diretamente a criação, causando mortalidade e paralisando a cadeia produtiva, incluindo as fábricas de rações e os frigoríficos.

O peixe tem um longo ciclo de vida. O prejuízo de hoje somente será equacionado em alguns meses, o que significa mais problemas para a cadeia produtiva, eventual desabastecimento de algumas espécies e em determinadas regiões, com claros prejuízos aos produtores e aos consumidores.

Nesse momento de extrema relevância para o país, salta aos olhos a falta de sensibilidade e de habilidade dos governantes federais e estaduais na administração rápida e eficaz do movimento. E o país sofre com isso.

Somos contra a abusiva carga tributária, que está no cerne da greve dos caminhoneiros e que, por extensão, prejudica toda a economia brasileira.

A PEIXE BR indigna-se contra o excesso de impostos e taxas e é contra a reoneração da folha de pagamento e a fixação de preços mínimos de frete, que vão provocar mais custos e perda de competitividade da piscicultura brasileira.

Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR)”

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY