SHARE

Da Redação*

Propostas de produção sustentável serão levadas por  uma equipe técnica da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) leva para a 5ª Festa da Rapadura, nesta sexta-feira e sábado, 6 e 7, na Associação Comunitária do Povoado do Prata, em São Felix do Tocantins, região do Jalapão.  A festa teve início no ano de 2014 e, a cada edição, reúne representantes das comunidades quilombolas da região e conta com diversas atividades e apresentações artísticas dessas comunidades, como forma de valorizar e divulgar a produção sustentável, cultura e tradições regionais.

Dentro da proposta do tema da festa deste ano: “Ecoturismo de Base Comunitária, Geração de Renda Sustentável”, a diretora de Tecnologias Sociais e Sociobiodiversidade da Seagro, Francisca Marta Barbosa, e o engenheiro Agrônomo da Seagro, Antônio Cássio Oliveira Filho ministram as palestras: “Agroecologia e Sistemas Florestais” e “A Cadeia Produtiva da Cana de Açúcar”, respectivamente.

A festa teve início no ano de 2014 como forma de valorizar e divulgar a produção sustentável, cultura e tradições regionais (Foto: Arquivo da Seagro-TO)
A festa teve início no ano de 2014 como forma de valorizar e divulgar a produção sustentável, cultura e tradições regionais (Foto: Arquivo da Seagro-TO)

Na palestra Agroecologia e Sistemas Florestais serão abordados as propostas de produção agroecológica, enfocando os princípios básicos da prática produtiva, visando assegurar uma produção sustentável das culturas sem utilizar insumos químicos que possam degradar o ambiente. E, ainda, sobre a produção agroflorestal, buscando o cultivo agrícola consorciado com plantações de árvores frutíferas ou florestas e/ou animais.

Para Francisca Marta, uma das propostas para a comunidade é a produção no sistema agroflorestal que contemple frutíferas consorciadas à cana de açúcar e baru no sistema sustentável.

– A intenção também é propor uma forma de gerar renda na comunidade, oferecer produtos (alimentícios e artesanatos) aos turistas, possibilitando a geração de renda na comunidade –  ressaltou.

Na programação constam também palestras sobre: “Turismo de Base Comunitária e Geração de Renda para a Comunidade” e “A Importância da Produção Local de Alimentos”.

Durante o evento, os visitantes podem conhecer todo o processo de fabricação da rapadura, que é realizado de forma tradicional a exemplo da moagem da cana em engenhos típicos de madeira e uso de tração animal. Como parte da programação da festa, também são realizadas visitas aos atrativos turísticos do Jalapão, além de rodadas de conversa e apresentações de peça de teatro, desfile, repente e músicas regionais.

No local, também funciona uma feirinha com venda de artesanatos, alimentos e, em especial, a rapadura produzida pela comunidade.

*Fonte: Ascom/Seagro, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY