SHARE
O oeste da Bahia é o segundo maior produtor de pescado de cativeiro da Bahia (Foto: Divulgação)

*Da Redação

Uma linha de crédito de até R$ 6 milhões para iniciar ou expandir os processos produtivos dos  piscicultores da região oeste da Bahia estarão disponíveis a partir de julho.

O montante beneficiará até 400 famílias que vivem nas mais de dez cidades banhadas pelas bacias do Rio Grande e do Rio Corrente.

Os recursos serão disponibilizados pelo Banco do Nordeste em parceria com a Bahia Pesca, Secretaria de Agricultura (Seagri) e Secretaria do Planejamento (Seplan). A linha de crédito será lançada oficialmente nesta quarta-feira, 6, durante o Bahia Farm Show, em Luiz Eduardo Magalhães. Na data, as entidades envolvidas assinarão um convênio de cooperação. A cerimônia acontece às 8h no auditório da Fundação Bahia.

Durante a assinatura a Bahia Pesca apresentará as ações de assistência técnica e extensão rural que serão realizadas na região, especialmente voltadas aos piscicultores beneficiados com as linhas de crédito.

– A Bahia Pesca será responsável por fazer a seleção dos possíveis candidatos à linha de crédito, realizar o cadastramento das famílias e organização da documentação necessária para envio ao Banco do Nordeste, e elaboração dos projetos a serem apresentados por cada família à instituição financeira – explica o presidente da Bahia Pesca, Eduardo Rodrigues.

As famílias que tiverem seus projetos aprovados pelo banco receberão ainda cursos de capacitação da Bahia Pesca.

Cada produtor terá acesso a um crédito de até R$ 15 mil. Podem se candidatar piscicultores que possuam DAP (Declaração de Apoio ao Pronaf) na categoria “variável” e que estejam em atividade.

Segundo a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), a região oeste da Bahia possui a maior área de viveiros escavados no Estado. É a segunda maior produtora de pescado do Estado, responsável por cerca de 13% da produção baiana, com 3,2 mil quilos de pescado por hectare em um ano.

*Fonte: Seagri/BA, Bahia Pesca e Codevasf, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY