SHARE
A região de Divinópolis tem grande potencial para a cultura de soja e pecuária  (Foto: Divulgação)
A região de Divinópolis tem grande potencial para a cultura de soja e pecuária (Foto: Divulgação)

Da Redação*

No próximo sábado, 22, o município de Divinópolis, no interior do Tocantins, sediará o primeiro encontro técnico para pecuaristas e produtores de soja da região. O evento acontecerá no Centro de Convenções da cidade, sendo uma realização do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado (Ruraltins), em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e as empresas de consultoria Prince e Campos.

O encontro pretende reunir os produtores para um amplo debate sobre as principais potencialidades e os novos rumos das cadeias produtivas da pecuária e soja, no âmbito do plantio, criação de gado, visando a organização, o aumento da produção, conquistas de novos mercados, geração e aumento da renda na região.

De acordo com o extensionista rural e engenheiro Agrônomo, do Ruraltins, Vinícius Arruda de Azevedo, que está à frente do evento, o objetivo é atender a uma demanda dos produtores da região, discutindo propostas que fomente toda a cadeia da pecuária e da soja na região.

– O foco do evento será a pecuária de corte e cultivo de soja. Pretendemos reunir os produtores dos dois setores, para uma ampla discussão técnica com os principais produtores da região, no intuito de trocarmos experiências e levar mais conhecimentos e informações aos produtores – explica o extensionista.

Ele diz ainda que será falado também sobre mitos e falsas verdades sobre os tratos culturais.

– A região tem um grande potencial para a pecuária de corte e cultivo de grãos como a soja. O Ruraltins, tem um papel institucional muito importantes em toda a cadeia. Por isso, promovemos eventos deste porte, pois somos nós que disseminamos entre os produtores, diversas tecnologias apropriadas e desenvolvidas pelas instituições como Embrapa e UFT – explica.

Na programação está prevista ainda uma mesa redonda com os pesquisadores e doutores Rubens Martins, da UFT de Gurupi, e Paulo Prince, da empresa Prince, que falam sobre as principais potencialidades e tecnologias do mercado.

*Fonte: Ascom/Ruraltins, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY