SHARE
Maquete condomínio logístico de Palmas (Imagem:  Divulgação)
Maquete condomínio logístico de Palmas (Imagem: Divulgação)

Da Redação*

A Italac, um dos maiores laticínios do Brasil vai instalar um centro de distribuição em Palmas. A informação foi confirmada por representantes da indústria alimentícia à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem). Cem empregos diretos podem ser gerados por esta unidade.

Conforme o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Kariello Coelho, a Italac já vinha sendo contatada há pelo menos seis meses, para apresentação do potencial logístico e de negócios de Palmas à indústria, que atualmente possui unidades fabris nos estados de Goiás (GO), Minas Gerais (MG), Rio Grande do Sul (RS), São Paulo (SP), Rondônia (RO) e Pará (PA).

– A Italac informou na última quarta-feira, 25, que instalará um centro de distribuição no Condomínio Logístico e Industrial da Capital. O empreendimento usará uma área de 10 mil metros quadrada – disse ele.

– Apresentamos uma proposta com as vantagens de Palmas e áreas de atuação possíveis. Eles avaliaram como viável. Avaliamos a vinda de uma empresa deste porte para Palmas como muito positiva tanto por gerar mais emprego e renda na cidade como por ser uma oportunidade de visibilidade que pode abrir portas para que outras empresas, de vários segmentos, venham para cá – analisa Kariello Coelho.

Condomínio logístico e empresarial

Atualmente, o Condomínio Logístico e Empresarial de Palmas possui cerca de 60 empresas e indústrias já instaladas e outras 180 em processo de instalação previsto para acontecer em 2019. A chegada de mais empresas ao antigo distrito industrial, atual Condomínio Logístico e Empresarial, foi viabilizada com um projeto de reestruturação que prevê investimentos da ordem de R$ 15 milhões em infraestrutura para suporte às empresas e indústrias ali instaladas.

“A expectativa é garantir a geração de cerca de quatro mil empregos diretos e indiretos”

– Já foi iniciada a abertura de ligação do condomínio com a Avenida Teotônio Segurado (próximo à entrada do Jardim Taquari). Já estamos trabalhando na melhoria de estrutura do condomínio e vamos entrar na fase de licitação para execução das obras. É um grande avanço que vai garantir condições às empresas lá instaladas e que antes estavam jogadas lá. Agora elas terão mais segurança para trabalhar, as melhorias vão favorecer a logística deles, com isso vamos quadruplicar a quantidade de empregos direitos e indiretos – arrematou Coelho.

Após implantado, o projeto de reestruturação do condomínio logístico e industrial prevê  centro administrativo, espaço de convenções para receber feiras e eventos, área de convivência, estacionamento para caminhões, hotel para repouso de motoristas, fibra óptica para internet larga de 100 MB, restaurante e guaritas nos acessos pela rodovia TO-050 e pela Avenida Teotônio Segurado, entre outros investimentos. A expectativa é garantir a geração de cerca de quatro mil empregos diretos e indiretos.

*Fonte: Secom/Palmas, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY