O MATOPIBA

O MATOPIBA

SHARE
1000
Mapa do Território do Matopiba, praticamente no coração do Brasil

Matopiba, acrônimo dos nomes dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, tem uma área total de 73 milhões de hectares, dos quais entre 15 e 20 milhões são agricultáveis, descontando as reservas ecológicas. Destes, aproximadamente 8 milhões de hectares estão ocupados com a produção de grãos e fibras.

A região começou a ser ocupada a partir do meio da década de 1970 por meio do Programa Nipo-Brasileiro de Exploração dos Cerrados (Prodecer II), no sul do Maranhão. Esta ocupação chegou aos cerrados da Bahia, depois Tocantins e, por fim, ao sul do Piauí. Daquela década, mais precisamente a partir de 1973, a produção de grãos na região saltou de 2,5 milhões de toneladas para 12,5 milhões de toneladas em 2011. Na safra 2014/2015, essa produção chegou a pouco menos que 20 milhões de toneladas.

Este território agrícola, foco de uma agência de desenvolvimento do governo federal, é, hoje, o 4º maior produtor de grãos do Brasil – produz 9,7% de toda a produção de grãos do País.

Dos quatros estados, apenas o Tocantins está totalmente dentro do Matopiba.

Suas cidades polos do agronegócio são

No Maranhão, Balsas.

No Tocantins, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Gurupi, Porto Nacional, Pedro Afonso/Guaraí e Araguaína.

No Piauí, Uruçuí e Bom Jesus.

Na Bahia, Barreiras e Luís Eduardo Magalhaes – esta nascida e sendo construída pelo e em função do agronegócio.

São cidades, não obstante, com certas deficiências, como comunicação de voz e dados, contam com razoável qualidade de vida e, além de polos do agro, são polos comerciais, universitários, médicos  e administrativos.

Logística

Sua logística caminha para ser uma das melhores do Brasil e é formada, por enquanto, por rodovias pavimentadas ligando-as à outras partes do Brasil, principalmente aos portos da Bahia, Pernambuco, Maranhão, Pará e São Paulo. Estão em construção duas grandes ferrovias que vão integrar toda a região a todo o Brasil: Norte-Sul, que corta o Tocantins de norte a sul, já pronta entre Açailândia, MA, seu ponto de partida, e Porto Nacional/Palmas, na região central do Estado. Há ainda, em construção a Ferrovia Oeste-Leste, ligando o litoral baiano, passando pelo oeste do Estado, culminando com a Norte-Sul, no norte de Goiás.

ferrovia-Norte-Sul-Valec-mapa-2014
Traçado ferroviário do Matopiba e seus ramais. Recentemente, o traçado da Oeste-Leste, foi alterado: não encontra mais a Norte-Sul em Figueirópolis, no Tocantins, mas em Campinorte, no norte de Goiás. A cor azul indica trecho pronto e em funcionamento.

Há também dois projetos de hidrovias: no Tocantins, a Hidrovia do Rio Tocantins, que faz o mesmo traçado da Ferrovia Norte Sul, a partir de Pedro Afonso, no centro-norte do Estado; e a Hidrovia do Rio São Francisco, trecho entre Ibotirama e Juazeiro/Petrolina.

Os números de cada Estado do Matopiba

 Maranhão

135                municípios

32,8%            da área total do Matopiba

1,71               milhões de hectares plantados

4,28               milhões de toneladas de grãos

Tocantins

139                municípios

38%               da área total

1,2                 milhões de hectares plantados

4,06               milhões de toneladas de grãos

PIAUÍ

33                 municípios

11,2%           da área total

1,42              milhões de hectares plantados

3,35              milhões de toneladas de grãos

BAHIA

30               municípios

18,06%       da área total

3,2              milhões de área plantada

8,13            milhões de toneladas de grãos

PS.: Temos palestrante para fazer palestras sobre a região do MATOPIBA

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY