SHARE

Da Redação*

As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram 381,1 mil toneladas em maio, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).  O número é 14,4% superior ao desempenho registrado no mesmo período do ano passado, quando foram embarcadas 333,2 mil toneladas.

A receita de embarques, com US$ 658,9 milhões, apresentou crescimento ainda mais expressivo, com elevação de 27,3% em relação ao desempenho de maio de 2018, com US$ 517,6 milhões.

No acumulado do ano (janeiro a maio), as vendas de carne de frango alcançaram volume de 1,659 milhão de toneladas (Foto: Divulgação)
No acumulado do ano (janeiro a maio), as vendas de carne de frango alcançaram volume de 1,659 milhão de toneladas (Foto: Divulgação)

, saldo 3,6% superior ao obtido no mesmo período do ano passado, com 1,601 milhão de toneladas.  Com este desempenho, o setor gerou receita de US$ 2,766 bilhões, saldo 6,3% maior que os US$ 2,602 bilhões gerados nos cinco primeiros meses de 2018.

As vendas de carne de frango para a China foram o grande destaque do mês.  Principal destino das exportações brasileiras (14,7% do total exportado no mês), o país asiático importou 54,8 mil toneladas em maio, volume 49% superior ao efetivado no mesmo período do ano passado.

– A China se isolou como principal destino dos embarques brasileiros.  O efeito gerado no mercado pela crise sanitária no país asiático impulsionou as importações, o que gerou efeitos, também na rentabilidade do mercado, com elevação de preços médios – ressalta Francisco Turra, presidente da ABPA.

Outro destaque do mês, as vendas para os Emirados Árabes Unidos chegaram a 30,7 mil toneladas em maio (8,2% do total), saldo 49% acima do realizado no mesmo período do ano passado.

A União Europeia também expandiu suas importações de carne de frango do Brasil.  Ao todo, foram 26,2 mil toneladas em maio (7% do total), volume 26% acima do realizado no quinto mês de 2018.

– A disrupção no mercado gerado pela China ocorre em um momento em que outros importadores relevantes incrementaram suas compras.  É há, também, as boas notícias vindas do México, para onde os embarques deverão ganhar novo impulso com a publicação de cotas adicionais de importação – ressalta Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA.

Veja abaixo a lista dos principais destinos de exportações da carne de frango do Brasil, no período entre janeiro e maio de 2019.

EXPORTAÇÕES JANEIRO A MAIO / 2019 – VOLUME

Ranking

País

Volume ( mil tons)

Share %

1

CHINA

208,27

12,8%

2

ARABIA SAUDITA

195,03

12,0%

3

JAPAO

164,53

10,1%

4

EMIRADOS ARABES

157,91

9,7%

5

AFRICA DO SUL

117,57

7,2%

6

UNIÃO EUROPÉIA

106,43

6,5%

7

HONG KONG

78,94

4,9%

8

COVEITE

48,09

3,0%

9

IEMEN

43,55

2,7%

10

COREIA DO SUL

43,02

2,6%

EXPORTAÇÕES JANEIRO A MAIO / 2019 – RECEITA

Rankin

País

Receita (Milhões US$)

Share %

1

CHINA

438,76

16,1%

2

ARABIA SAUDITA

344,67

12,6%

3

JAPAO

311,91

11,4%

4

UNIÃO EUROPÉIA

280,59

10,3%

5

EMIRADOS ARABES

261,58

9,6%

6

HONG KONG

117,28

4,3%

7

COREIA DO SUL

78,60

2,9%

8

AFRICA DO SUL

77,23

2,8%

9

COVEITE

72,87

2,7%

10

CINGAPURA

67,92

2,5%

*Fonte: Ascom/ABPA

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY