SHARE
Agricultores e prefeituras de Cocos e São Desidério, no oeste da Bahia, firmam acordo de cooperação técnica para a recuperação de novas estradas (Foto: Abapa)
Agricultores e prefeituras de Cocos e São Desidério, no oeste da Bahia, firmam acordo de cooperação técnica para a recuperação de novas estradas (Foto: Abapa)

Na última sexta-feira, 23, em Luís Eduardo Magalhães-BA, os agricultores baianos assinaram um convênio de cooperação técnica para recuperar trecho de 50 km que liga as cidades de Cocos, na Bahia, a Mambaí, em Goiás. Por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o convênio foi fechado com a Prefeitura de Cocos, tornando-se mais uma ação dos produtores rurais para melhorar as vias para o escoamento de grãos das áreas agrícolas beneficiando também os moradores que precisam circular entre as cidades.

Para o prefeito de Cocos, Marcelo de Souza Emerenciano, esta parceria com os produtores rurais, via Abapa e Aiba, é essencial para recuperar esta estrada, que é uma importante via de acesso para a área agrícola e para o cerrado goiano e Brasília (DF).

– Esta estrada estava intransitável há muitos anos travando o acesso das pessoas e o crescimento econômico local elevando os custos da produção agrícola, que poderia gerar ainda mais emprego e renda em nosso município – afirma o prefeito.

Os produtores rurais baianos também celebraram um convênio com a Prefeitura de São Desidério para a recuperação de 104 Km de estrada vicinal que liga a BA-463 a BR-020, conhecida como “Linha dos Pivôs”, e que deverá ser recuperada em aproximadamente três meses.

– Já firmamos um convênio em que recuperamos a Rodovia da Soja e agora será beneficiada esta linha que concentra um grande número de empreendimentos agrícolas. Parcerias como estas são sempre bem vindas, pois todos ganham, seja o município ou os produtores – afirmou o prefeito de São Desidério, José Carlos de Carvalho.

A recuperação das estradas nos municípios de Cocos e São Desidério integram o programa Patrulha Mecanizada, realizado pela Abapa, que somente no último ano, segundo a Associação, revitalizou 223,2 quilômetros de estradas na região.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, explica que a conservação das estradas é de interesse de todos que vivem e trabalham nas áreas agrícolas.

– Os produtores vem se unindo e fechando as parcerias com as prefeituras para garantir mais facilidade e melhorias do acesso das pessoas que vivem na zona rural e na circulação de mercadorias e da safra agrícola – afirma o presidente da Abapa.

Desde o início do Patrulha, em 2013, de acordo com a Abapa, já foram recuperados em cinco anos mais de 1000 km de estradas, com um investimento aproximado de R$ 30 milhões para a aquisição de máquinas, manutenção e custeio das operações do programa, com recursos dos agricultores baianos, por meio do IBA, Prodeagro, Fundeagro e parceria com os municípios e com apoio dos próprios produtores.

Da Ascom/Abapa, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY