Da Redação*

O Tocantins foi representado no 1º Simpósio da Pesca no Pantanal, realizado em Corumbá, Mato Grosso do Sul, na sexta-feira, 07.  Andrey Costa, gerente de Pesca e Aquicultura do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), engenheiro de pesca, o representou.

O evento, coordenado pela prefeitura local, com apoio do Governo do Estado, contou com a participação de estudiosos do assunto e autoridades de vários estados.

O Simpósio da Pesca aconteceu em Corumbá, Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Ruraltins)
O Simpósio da Pesca aconteceu em Corumbá, Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Ruraltins)

No encontro, o gerente apresentou um panorama da cadeia da pesca esportiva no Brasil com destaque para o Tocantins, onde as variedades de peixes, em rios e lagos, atraem cada vez mais adeptos dessa prática. Em sua explanação mostrou como a normatização da atividade em águas tocantinenses vem sendo aplicada, no sentido de proporcionar a sustentabilidade da cadeia, a geração de emprego e renda em vários setores, a proteção ao meio ambiente, além de apresentar dados prévios do diagnóstico da pesca amadora/esportiva e as principais espécies de peixes.

– A pesca esportiva é uma atividade que pode ser conduzida de forma sustentável para o desenvolvimento regional, trazendo geração de emprego e renda. Precisamos cada vez mais fortalecer estas atividades através de fomento, políticas públicas e atração de investimentos para o setor – ressaltou o engenheiro de pesca.

Durante o Simpósio as autoridades presentes relataram experiências de sucesso com a adoção da cota zero, medida em vigor em Mato Grosso do Sul a partir de 2020, e o aumento crescente da pesca esportiva.

*Fonte: Ascom/Ruraltins