SHARE
Redes,  boinhas próprias para captura de tartarugas e três tarrafas foram apreendidas (Foto:Ascom/Naturatins)
Redes, boinhas próprias para captura de tartarugas e três tarrafas foram apreendidas (Foto:Ascom/Naturatins)

Da Redação*

Mais de 580 metros de rede, 40 boinhas próprias para captura de tartarugas e três tarrafas foram apreendidas durante ações realizadas pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) na região de Araguacema, durante a temporada oficial de praias.

Além de coibir a pesca predatória nos rios Araguaia, Caiapó e Piranhas, a equipe da Área de Proteção Ambiental (APA) da Ilha do Bananal, realizou blitz na entrada da cidade de Araguacema e ações de educação ambiental, percorrendo praias, acampamentos nas margens dos rios, assentamentos e o distrito do Senhor do Bonfim.

O objetivo foi sensibilizar turistas e moradores quanto a importância da preservação do meio ambiente, o uso correto e consciente dos recursos naturais e o descarte correto do lixo, além de distribuir material informativo e orientações sobre a pesca regular no estado e a Cota Zero.

No Rio Araguaia, os responsáveis por acampamentos nas praias foram convidados a assinar um termo, assumindo o compromisso de manter a limpeza do local e a remoção da estrutura montada.

A equipe ainda reforçou que os visitantes devem evitar a aproximação de animais silvestres adotando atitudes simples como não realizar a limpeza de pescado próximo a áreas de banho e realizar o descarte correto de resíduos, evitando deixar restos de alimentos ou lixo no local, o que pode ser atrativo a todo tipo de espécie silvestre. Essas medidas ainda garantem a conservação do meio ambiente e evita a contaminação da areia da praia e da água do rio, permitindo que as belezas naturais da região possam ser admiradas e aproveitadas por muitas gerações.

*Fonte: Ascom/Naturatins, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY