Home Uncategorized Secretário Arnaldo Jardim e embaixadora dos Estados Unidos discutem cooperação bilateral

Secretário Arnaldo Jardim e embaixadora dos Estados Unidos discutem cooperação bilateral

A cooperação bilateral na área de pesquisa agropecuária entre o Estado de São Paulo e órgãos do Governo dos Estados Unidos. Esse foi a principal ponto abordado no encontro do Secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, com a embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde.

A visita da embaixadora ao Gabinete da Secretaria, na Agrishow, foi um primeiro passo para um estreitamento de relações entre a Secretaria e o governo norte-americano, que levará a uma soma de esforços na cooperação para o desenvolvimento tecnológico.

A produção agrícola de alimentos, de forma eficiente e sustentável, com integração da lavoura, pecuária e florestas, foi destaque na reunião. A intenção é fazer com que ocorra um aumento na produção sem aumento da área plantada. Isso envolve também investir em tecnologias que integrem lavoura, pecuária e floresta.

Arnaldo Jardim e Liliana Ayalde abordaram também a soma de esforços na área de desenvolvimento tecnológico na busca pela padronização de legislação em relação para alimentos processados, inclusive para os orgânicos. Essa questão envolve o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital).

A embaixadora e o Secretário também abordaram a questão de bioenergia, em especial o etanol. Para Arnaldo Jardim, essa aproximação do Estado de São Paulo com o Governo norte-americano é fundamental.

Questão importante, a influenza aviária também foi tratada no encontro. Haverá ampla colaboração para monitoramento e troca de informações sobre as aves migratórias, já que ocorreram casos da doença nos Estados Unidos. A Secretaria vem adotando várias medidas neste sentido, em busca tentar evitar que ocorram casos no Estado.

USDA
O encontro também foi o início da aproximação da Secretaria da Agricultura com o United States Department of Agriculture (Ministério da Agricultura norte-americano), para estudar a adoção de metodologias semelhantes de legislação, em especial para a laranja.

A partir de agora serão realizadas reuniões técnicas para viabilização dessas parcerias.