Home Eventos Tocantins recebe mais um grupo paranaense interessado em seu potencial

Tocantins recebe mais um grupo paranaense interessado em seu potencial

CAM01151
A logística multimodal do Tocantins, como a Ferrovia Norte-Su,l e os pátios multimodais, como este de Porto Nacional, atraem investidores (Foto: Antônio Oliveira)

Alvo das atenções de investidores nacionais e internacionais por sua localização privilegiada; abundância de terras ainda baratas e planas, de fácil mecanização; boa oferta de energia elétrica; recursos hídricos extraordinários e uma logística que contempla várias modalidades de transporte, o Tocantins recebe no próximo dia 1º mais um grupo de cooperados, diretores e técnicos de uma grande cooperativa do Sudeste do Brasil que busca perspectivas de expansão de seus negócios fora daquela região e do Sul do país.

Desta vez é a Cooperativa Capal, de Arapoti, no Paraná, que está enviando uma comitiva de 13 produtores rurais, agrônomos e diretores para conhecerem in loco o  potencial agrícola do Estado.

Após essa visita, que culmina no Projeto Rio Formoso, no sul do Tocantins, o grupo será recebido em Palmas pelo Governo do Tocantins, por meio dos secretários de Agricultura, Clemente Barros e do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eudoro Pedrosa e toda a equipe técnica das duas pastas.

Neste encontro, o Governo, por meio dos seus técnicos, fará algumas palestras nas quais exporá o potencial agrícola do Estado e a política de incentivo do Governo para o agronegócio e a agroindústria.

Nesta mesma oportunidade, o jornalista Antônio Oliveira, de Cerrado Rural, vai expor, por meio de palestra, sobre o Matopiba, região de novas fronteiras agrícolas nos cerrados do Norte de Nordeste do Brasil, que culminou, por parte do Governo Federal, na criação da Agência Matopiba.

Participam ainda desta reunião diretores e superintendentes dos bancos do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco da Amazônia, que vão apresentar as linhas de créditos para investimentos no Tocantins.

Esta visita é organizada pelas empresas Aurotur e Missão Viagens (www.missaoviagens.com.br), especializadas em promover viagens de prospecção de investimentos no Brasil e no mundo.

Em Palmas, as duas empresas e o grupo, serão assessorados pelo jornalista Antônio Oliveira, da revista Cerrado Rural.

Esta é a terceira visita de cooperados paranaenses ao Tocantins, neste ano. A primeira, em fevereiro, foi de 20 técnicos, diretores e produtores da Batavo, de Carambeí; e, em março, de 11 destas funções, da cooperativa Agrária, de Entre Rios, município de Guarapuava.

A Capal

A Capal nasceu de um pequeno grupo de produtores rurais holandeses, que chegou a Arapoti, estado do Paraná, em 1960, tendo a produção de leite como principal atividade econômica naqueles tempos. Atualmente, as atividades no campo estão concentradas na agricultura – soja, milho trigo e feijão – e na produção de suínos e leite.

Em algumas áreas do Paraná e São Paulo há cultivo de café. Na pecuária de leite, é forte a presença do gado holandês.