SHARE
Guilherme Ferraudo diz que a plataforma foi criada para conectar os produtores rurais, facilitando a troca de experiências e oportunidades de negócio, sem custos, com base no conceito de economia colaborativa (Foto: SNA)
Guilherme Ferraudo diz que a plataforma foi criada para conectar os produtores rurais, facilitando a troca de experiências e oportunidades de negócio, sem custos, com base no conceito de economia colaborativa (Foto: SNA)

O agro brasileiro já dispõe, de acordo com a Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), da primeira mídia social especializada para a troca de experiência entre produtores. O YouAgro surgiu em dezembro de 2017, a partir de conversas entre profissionais que atuam há mais de dez anos no setor e que decidiram investir recursos próprios neste novo projeto.

– A plataforma foi criada para conectar os produtores rurais, facilitando a troca de experiências e oportunidades de negócio, sem custos, com base no conceito de economia colaborativa, a exemplo do Uber – explica Guilherme Ferraudo, co-fundador do sistema.

Segundo ele, o objetivo é facilitar a vida do produtor no acesso e compartilhamento de informações, integrando a cadeia do agronegócio.

– Devido ao aumento da complexidade na produção rural e da dificuldade da iniciativa privada e do governo em simplificar a vida do produtor, foi preciso criar uma ‘revolução’ no meio – diz Ferraudo.

Para ele, a solução é a colaboração entre os produtores e demais membros da comunidade agropecuária de maneira independente e imparcial. Essa colaboração resultou no desenvolvimento do YouAgro, que, segundo ele, pode ser considerado um canal ágil, prático e atual

 Entraves

Ferraudo explica que o sistema foi desenvolvido a partir da identificação de uma crescente dificuldade para o produtor rural em relação a fatores como incertezas do mercado, exigências do consumidor, pressão da opinião pública, leis e normas de produção, aumento do nível tecnológico, entre outros aspectos.

Segundo o especialista, para lidar com este cenário, as soluções apresentadas aos produtores são insuficientes. Ele admite ainda a existência de alguns entraves nos setores público e privado.

– As instituições públicas estão mais focadas na fiscalização e na pesquisa do que na extensão rural. E a iniciativa privada desenvolve ferramentas e tecnologias que aumentam a produtividade e reduzem os riscos, mas não são suficientes para gerenciar a complexidade que cada produtor rural enfrenta em sua propriedade – observa Ferraudo.

Sistema Interativo

A plataforma YouAgro é gratuita e está disponível para download na Google Play (Android) e Apple Store (iOS). Basta o usuário fazer o download, se cadastrar e começar a interagir com a comunidade digital.

Com apenas três meses de existência, o aplicativo já tem seus indicadores.

– Até o momento são mais de 30 fóruns de discussão e mais de 500 participantes com foco em agronomia, veterinária e zootecnia – afirma o co-fundador da plataforma e doutor em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Participam dos fóruns desde gestores corporativos de grandes empresas e consultores a técnicos agrícolas, estudantes e produtores.

Salto Qualitativo

Ferraudo acredita que a tecnologia tem conectado pessoas de diferentes lugares e formações, com a capacidade de integrar experiências.

– Dessa forma, colaborando mais, diversificando ideias e otimizando recursos, acredito que a tecnologia vai permitir ao agronegócio dar o salto qualitativo que necessita para cumprir a sua jornada de alimentar o Brasil e o mundo. A conversão do conhecimento em tecnologia para o campo é uma das alternativas para gerar vantagem competitiva no agronegócio brasileiro – ressalta o especialista.

Da Ascom/SNA, com edição de Cerrado Rural Agronegócios

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY